por Giovanna Sapienza

Relacionamentos saudáveis – 5 dicas para construir o seu

Muito ouvimos falar sobre o amor e as paixões, como é bom amar, estar apaixonado, como é maravilhoso o calor das grandes paixões, os momentos felizes e íntimos entre um casal. Adoramos ler sobre a alegria que um relacionamento feliz pode proporcionar e como é maravilhoso estar apaixonado.

Tudo isso é muito lindo e faz o coração de qualquer um bater mais forte. O problema é que como tudo na vida, os relacionamentos também não são só flores. Cada casal tem suas dificuldades, seus momentos de crise e discordância, e ninguém te ensina como encarar isso, não é mesmo?

Temos um arsenal imensurável de dicas e orientações sobre como ser mais romântico, como apimentar a relação, como surpreender o parceiro, mas ninguém nos ensina como encarar e levar adiante as dificuldades de um relacionamento, diminuindo ao máximo as possíveis marcas que eles podem nos trazem.

Mais do que se preocupar com um relacionamento perfeito e apaixonado é hora de aprendermos a vivenciar relacionamentos saudáveis, onde tenhamos oportunidade de crescer e também de auxiliar o outro nesta tarefa. Chegou a hora de darmos um valor maior para as relações, entendendo que não precisamos do outro para satisfazer nossas necessidades e caprichos, mas sim para criarmos laços de amor livre, compreensão mútua e evolução espiritual/consciencial. A felicidade não é algo que acontece em um momento, ela é construída gradativamente através de cada palavra e atitude tomada.

Não existe uma cartilha que você possa seguir e ter sucesso nos relacionamentos, afinal cada pessoa é uma e você também muda bastante a cada dia. Estamos em constante transformação! De qualquer forma, existem algumas dicas de reforma interior (e exterior) que você pode começar a aplicar e inserir na sua rotina, elas sem dúvida irão te ajudar a construir um relacionamento muito mais feliz e saudável.

- Você não depende dele(a) para ser feliz
Antes de mais nada quero que você entenda e aceite isso. Se você busca uma vida feliz, construir relacionamentos saudáveis e edificantes, precisa compreender a importância deste tópico.

Você não depende de pai, mãe, irmão, amigo, namorado, filhos ou qualquer outra pessoa para ser feliz. Claro que vivemos em sociedade e estamos diariamente conectados com as pessoas, mas quando condicionamos nossa felicidade em função do outro, nunca conseguimos ser realmente felizes. Quando o assunto é relacionamento afetivo de um casal, a regra é a mesma. Sim, você vive sem o seu amor e não, você não morrerá se ele (a) for embora.
Não diminua a sua condição e o seu poder sobre si mesmo, quando condicionamos nossa felicidade em função do outro, sofremos muito e ficamos eternamente a mercê das situações e oportunidades, não tomamos as rédeas de nossas vidas!

- Seu parceiro não é sua posse
Entenda que estabelecer um laço afetivo com alguém, seja um namoro, noivado ou até mesmo um casamento, não indica que você seja dono desta pessoa. Este é um ponto que as pessoas tem muita dificuldade de compreender e aceitar, afinal as chamadas “crises de ciúmes” ainda são bem requisitadas entre os casais apaixonados, muitos gostam e até sentem falta disso na relação.

O fato é que quando você começa a tratar seu parceiro(a) como uma posse você se sente no direito de vigiar, comandar e até mesmo se meter nas decisões e necessidades do outro. Isso é extremamente nocivo, pois por mais que o seu companheiro “goste” disso, você tira dele a oportunidade e o direito de crescer, evoluir e aprender a caminhar com suas próprias pernas. Este é o primeiro passo para a dependência que criamos com as pessoas, e é óbvio que se amanhã ou depois a relação terminar por algum motivo, os dois ficarão desesperados e sem chão.

 

- Vocês não se completam, vocês se transbordam
Aquela máxima romântica que os casais apaixonados são a metade da laranja, também não existe. Você já é um ser completo, repleto de capacidades e habilidades, é uma centelha divina perfeita. E cabe a você, e somente a você, buscar sua evolução e o aprendizado necessário para se tornar inteiro.

A função principal dos relacionamentos em nossa vida não é e não deve ser a completude e sim o aprendizado e crescimento em conjunto. Quando escolhemos um parceiro, escolhemos uma pessoa para crescer e aprender conosco, fazendo uma caminhada de descobertas mútuas e divisão de coisas maravilhosas que a vida pode nos proporcionar.

É muito triste passar a vida toda procurando alguém que te complete, não afugente seu parceiro com esta responsabilidade inalcançável.

- Cada um precisa do seu espaço para ser feliz
Essa idéia de fazer tudo sempre junto é a pior armadilha que um casal pode aplicar no relacionamento. Para que uma relação seja saudável, cada pessoa precisa ter o seu espaço e o seu momento, saber curtir a si mesmo. É claro que quando estamos com alguém que amamos queremos passar a maior parte do tempo com esta pessoa, é tão gostoso não é mesmo? A curto prazo isso é lindo, mas a longo prazo pode se tornar um problema. Ninguém aguenta ficar 24h por dia grudado em uma pessoa, não é mesmo? Então desde o começo, aprenda a inserir na rotina do casal estes momentos de individualidade como algo saudável, feliz e necessário. Aproveite para sair com seus amigos, fazer compras, estar com a família, enfim... Tenho certeza que vocês serão muito mais felizes nos momentos em que estiverem juntos.

- Preocupe-se mais com cada detalhe do dia a dia a dois do que com as grandes comemorações

Um relacionamento feliz não está nos grandes momentos, presentes e comemorações especiais. Ele está sim na rotina, no dia a dia, nas pequenas coisas que passamos e construímos com nosso companheiro(a). Aprenda a valorizar cada segundo ao lado dele(a), faça dos pequenos detalhes momentos maravilhosos, curta muito. Os casais mais felizes e unidos são aqueles que reconhecem no outro o melhor presente que alguém poderia ganhar.

Para finalizarmos é importante que você saiba que se busca evoluir e crescer, tendo uma vida feliz e saudável está mais do que na hora de mudar a sua forma de ver as coisas, as pessoas e a própria vida. Construir um relacionamento saudável está muito além de dar certo ou ser feliz com uma pessoa, na verdade estas ações nos auxiliam em nosso processo evolutivo, facilitando muito nosso crescimento e desenvolvimento interior; Além da benção em unir dois espíritos, não pela necessidade, mas sim pelo amor livre e vontade de crescimento em conjunto. 

Giovanna Sapienza

+ artigos

Terapeuta Holística, Jornalista e espiritualista, fundadora do projeto Saber Pleno. Amante de arte, comunicação e natureza, já estuda espiritualidade e novos caminhos para saúde e bem estar há 5 anos. Acredita muito nas relações pessoais, nos processos energéticos e nos bons sentimentos como caminho para uma vida feliz.

Frase de cabeceira: “A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.”