por Paulo Bregantin

O quarto escuro – uma metáfora sobre solidão

Ninguém deseja ficar em um quarto escuro, frio é triste. No quarto escuro, frio e triste estão as prisões de cada pessoa, estão as dores e as angústias do ser. O quarto escuro, frio e triste é na realidade essa dor que não cessa, esse sofrimento que não termina, essa desconfiguração que insiste em nos perseguir. 

Como posso sair desse quarto escuro, frio e triste que me envolve todo dia, toda hora e todo momento? 

Quando estamos em um quarto escuro, frio e triste devemos começar o processo de mudança internamente, pois o externo já se revelou sórdido e medonho. Comece desconstruindo os pensamentos sobre escuridão, frio e tristeza. 

A escuridão pode ser algo terrível, mas também encantador, pois é nele onde tivemos nosso primeiro contato com a vida, pois o útero materno é escuro e, é uma escuridão onde o feto fica seguro, por isso, nem toda escuridão é ruim. Pense: nem toda escuridão é ruim! Nem toda escuridão é para o mal, nem toda escuridão é maléfica... 

O quarto frio não necessariamente é péssimo, pois se temos frio é que algo ainda nos incomoda, isso é verdade, e se incomoda é porque estamos vivos. O frio somente chega para os que ainda estão vivos, o frio pode ser um alerta para algo que esteja acontecendo e que ainda dá tempo de reverter! Se há frio, há vida! Se existe frio, existe esperança, pois ainda o corpo clama! 

A tristeza não precisa necessariamente ser para o mal, pois ela é um sentimento que vem de ações e decisões que tomamos. Se a tristeza afeta as nossas emoções, logo podemos entender que ainda temos emoção. Se a tristeza existe, logo o oposto dela também! O oposto da tristeza é a alegria. Às vezes, não estamos tristes, estamos com os olhos fechados para a alegria e para a Paz! Que tal abrir os olhos (da Alma) e observar as alegrias nos pequenos detalhes da vida? Que tal observar o Amor nas ações simples da natureza! As emoções modificam quando modifico o meu olhar sobre eu mesmo, o outro e sobre as ações da vida. 

Quem sabe o quarto escuro, frio e triste, pode ser somente uma passagem e não uma eternidade. 

Quem sabe o quarto escuro, frio e triste seja somente um período de aprendizado, quem sabe o sol esteja lá fora e ao abrir a porta, a luz possa entrar, o calor aquecer e a Paz invadir o coração. 

A luz do Amor pode clarear o quarto escuro. 

Os Raios de sol da esperança podem aquecer o quarto frio. 

Os sorrisos da Paz podem interferir na tristeza e trazer o brilho do novo sorriso e da alegria. 

Paulo Bregantin

+ artigos

Mais de 25 anos dedicado ao cuidado de pessoas, sendo Psicanalista Clínico e escritor com várias obras publicadas. Atua nas redes sociais como dono, gerenciando a página Paulo Bregantin e o Grupo Psicanálise Integrativa.

facebook /Paulo-Bregantin